Monday, November 13, 2006

Aborto

ABORTO:
criMe OU Direito?
___________________________
Deixa a tua marca!

20 comments:

Andreiaa @ said...

Direito !

Porque independentemente do que aconteceu, esse bebe nao tem culpa e merece viver.

Apesar q em alguns casos é muito complicado, como por exemplo a violação, e a mulher ficar grávida sem culpa... e depois? Vai assumir esse bebe de um homem q lhe fez mal? Apesar do bebe nao ter culpa, a mulher tambem nao teve!

BjO *

Anonymous said...

CRIME concerteza!

Apesar de criarem outro(s)nome(s)
não passa de um assassinato de um ser vivo indefeso!

Já agora,em caso de violação porque não "abortar" o violador?
O ser indefeso é que não tem culpa!

OLD PAL

Tinoca Laroca said...

Crime, mas sem julgar quem o faz, porque quem nunca pecou que atire a primeira pedra. Se por coisas muito menores, muitas vezes "matamos" emocionalmente aqueles que estão ao nosso lado, com que direito se deve julgar e atirar pedras a quem aborta?
Sou contra o aborto, mas pondero as pessoas que o praticam.
God bless you.
T.

Anonymous said...

andreia, reconheço q uma gravidez causada por uma violaçao seja uma situaçao mto complicada, que eu nem imagino como deve ser. mas acho que um aborto nao é a soluçao! se a mae realmente nao quer ou nao pode criar o filho pode sempre dar para adopçao.

nao acho que nos podemos julgar quem tem direito a vida ou nao! isso nao cabe a nós! ( e sim a Deus). a vida é um dom, e nao permitir que alguem o tenha é um crime!

mas, assim como a tininha disse, eu nao sou ninguem para julgar os outros, e as decisoes e atitudes dos outros é com eles, nao vou condenar ninguem.

bjos
Bia

andreiaa said...

Crime !

Porque independentemente do que aconteceu, esse bebe nao tem culpa e merece viver.

Apesar q em alguns casos é muito complicado, como por exemplo a violação, e a mulher ficar grávida sem culpa... e depois? Vai assumir esse bebe de um homem q lhe fez mal? Apesar do bebe nao ter culpa, a mulher tambem nao teve!

BjO *



( enganei me ... LOOL )

Zé Pedro said...

Amigos e amigas de Sesimbra, se o aborto é um crime, como deixar o criminoso impune? Vamos ser responsáveis e coerentes ou então vamos soltar quem está nos estabelecimentos prisionais por ter cometidos outros crimes!!! Abraço, Zé Pedro.

Avô Cantigas said...

Aborto ou interropeção voluntaria da gravidez? Feto ou ser humano? Ciencia ou Deus?
Eu não condeno pessoas mas sim acções, começando pelas minhas e acabando nas tuas, é efectivamente um crime, e quem o pratica certamente vai responder por isso, lembrem-se de uma coisa que ouvi na atitude 180 que achei marcante, a saber, até que ponto temos nós humanos o direito de interromper o plano de Deus para aquela vida humana em formação? Lembremo-nos que Deus tem um plano para todos nós, daí achar a pergunta muito interessante. Mas e se mãe corre perigo de vida? Se foi violada? Senão tem condições para criar etc, etc? a resposta está na pergunta do plano de Deus.
Sejamos conduzidos pelo Espirito sempre, pois ele torna a ciencia humana inutil e contraditoria, sejamos duas coisas muito importantes, sobretudo para quem não sabe aquilo que Deus quer de nós ou seja...Amarei a Deus de todo o meu coração e toda a minha alma e amarei o proximo como a mim mesmo e com isto vou cumprir toda a lei Deus.

Um abraço

Avôzinho

Anonymous said...

Caro avôzinho, não concordo com sua afirmação que diz que você "não condena as pessoas mas sim as suas acções." Acho que vc está a confundir com "amar o pecador e repudiar o seu pecado". Mas não esqueça que o pecador é quem sofre a condenação (antes de receber o perdão)por causa de suas acções. Não existem acções em julgamento nos tribunais, mas sim os responsáveis por praticá-las. Amar o pecador não significa eliminar a sua responsbilidade por suas acções, mas sim ajudá-lo a enfrentá-las na esperança de que ele caia em si, reconheça seu erro e se arrependa, usufruindo assim do perdão que lhe está disponível em Cristo. Caso contrário ele vai ter uma falsa sensação que não precisa deste perdão! Grande perigo! Cuidado com este medo de confrontar, em amor, o pecador com seu pecado. Fica bem.

Atitude 180 said...

Helllooo...

Obrigado por esta troca de ideias e opiniões. Desafiava-vos a espalharem por outros blogs e afins o nosso blog para de uma forma mais universal fazermos um debate amplo sobre o tema do aborto.

Abraços

avô cantigas said...

Estimado "anónimo", aceito que não concorde comigo, mas em relação à confusão minha que menciona, peço-lhe desde já desculpa, mas em mim não há nenhuma confusão nessa matéria, aliàs estou muito convicto até do que penso ainda que não concorde. Gostaria de eventualmente o convidar a ser um pouco mais explicito naquilo que acha que é a minha confusão, pois não escrevi nada que a meu ver deixe inocente um pecado cometido por alguem.
Volto a reafirmar como minha convicção de que não temos o direito de condenar ninguem, mas sim, o direito de servirmos de atalaias, e com isso admoestar e sómente admoestar quem comete pecado. Lembremos o Senhor Jesus, que não veio para condenar pessoas, mas sim admoestá-las, e com isso afastá-las do pecado, e disse mais, não condenes para que não sejas condenado, e aqui, está a referir-se a pessoas e não às suas acções.

Anonymous said...

Temos a responsabilidade social de proteger a sociedade daqueles que cometem crimes, ao mesmo tempo que tb temos a responsabilidade de recuperar o criminoso, sempre que possível. Desculpa lá a minha afirmação avôzinho, respeito sim a sua opinião, mas percebi ao longo de alguns dos comentários deste blog uma tendencia a deixar o criminoso impune em none do evangelho! Na minha opinião isto não é o evangelho, pois a justiça faz parte do mesmo. Na boa!

Anonymous said...

anonimo,

eu entendo a sua preocupaçao em punir o criminoso, em fazer justiça. mas essa justiça nao cabe a nós, e sim a Deus. quem tem que condenar e julgar é Deus. e nao nós. Nós nao somos melhores do que ninguem para julgar, o pecado do outro nao é maior que o meu. Nós temos que primeiro nós preocupar com o nosso pecado,é nao com o do outro, nao temos que ficar apontando o dedo para o pecado do outro. É claro que nós devemos sempre alertar uma pessoa quando ela esta em pecado, e tentar convence-la a deixa-lo, mas isso é feito em amor, não com o espirito de condenaçao, porque assim so faremos com que essa pessoa sinta odio.

Abraços
Bia

Anonymous said...

Olá Bia, mesmo com todo o amor e com o perdão de Deus para aqueles que se arrependem dos seus erros, socialmente temos de ser responsáveis. As consequencias do nosso pecado são inevitáveis, mesmo quando somos perdoados e tratados com todo o amor e misericórdia. Ou então vamos abrir as portas dos estabelecimentos prisionais e soltar todos os criminosos!!!

Lai said...

"Não feches a boca
se puderes contribuir para ajudar os que não sabem
ou não têm meios de se defenderem.
Não te cales;
deves interferir sempre a favor dos necessitados,
exigindo que se lhes faça justiça"
Proverbios 31:8-9

Contra a morte!
A favor da vida!
Tb sou contra a pena de morte mas não sou contra a prisão perpetua: uma coisa é "consequência" dos actos praticados (leis dos homens)outra coisa é mexer com a vida e a morte - impor a morte a alguêm já é mexer com as leis de Deus.

Não fechem a boca SE PUDEREM CONTRIBUIR para ajudar os que não sabem ou não tem meios de se defenderem (que é o caso dos fetos)

DVA malta
Lai

Tiago Afonso said...

Sem dúvida que sou pela vida...e antes de dizer o que quer que seja quero sublinhar isso. Mas um pensamento tem vindo à minha mente agora que se fala bastante deste tema: ABORTO! Sou da opinião que não se deve abortar, mas também compreendo que por vezes não existe outra alternativa para as mães, na medida em que se nós somos contra o aborto e dizemos isso de "boca cheia", então temos de criar condições para que isso não seja uma alternativa. Criar condições para que mães que colocam essa hipótese não a coloquem mais, e essas condições passam por apoiá-las a criar a criança, coisas práticas, que nós como filhos de Deus e pela vida, não fazemos. Sabemos muito bem dizer que somos contra o aborto mas quando nos toca problemas, como (que as mães se deparam) onde arranjar uma educação para a criança, onde arranjar comida para a criança, tecto, roupa, etc etc, ou seja aquilo que é necessário para se criar um bébé (as mães começam a ver o filme), e preferem cortar o mal pela raíz abortando. Se houver alguém que lhes presta ajuda prática e de qualidade e com amor, vão ver que matar o seu filho para uma mãe nunca será alterenativa, simplesmnete se a mãe em todo o seu amor compreender que a vida será pior do que a morte para aquelea pobre criança.

Devíamos ter vergonha quando apenas damos "uns trocos" para a realização de acção social e depois vamos armados em moralistas dizer que somos contra o aborto...

Tiago Afonso

Zé Pedro said...

Olá, concordo com o que o Tiago escreveu, muito bem. Entretanto, penso que a razão económica não é a razão maior pela qual as mulheres decidem pelo aborto. Não sei se há investigações quanto a isto, mas o aborto é geralmente praticado por causa de gravidez indesejada, quer dizer, fora dos planos, na hora errada, com o parceiro errado, na idade errada - aconteceu, e agora? Abraços, Zé Pedro.

Atitude 180 said...

Razões normalmente utilizadas pelas associaões a favor do aborto:

- O corpo pertençe à mulher logo faz dele o que entender;

- Vitima de violação

- Filho com deficiência congénita

- Falta de condições para o desenvolvimento da criança

Anonymous said...

A vida só será pior que a morte se dermos cabo dela!

Letíca said...

Com certeza o aborto é um crime!
Muitas vezes diz-se que se aborta porque não tem condições economicos para criar o filho, mas há sempre outras opções como dar á adopção! Isso não é desculpa, claro que a mulher preferia ter o filho e poder criar e poder dar as condições, mas porque ela não o pode criar vai mata-lo??
Eu nunca tive nessa situção e por isso não consigo nem imaginar como isso é, deve ser horrivel, por isso como muitos já aqui disseram não julgo, porque o meu pecado é tao "mau" como o da pessoa que aborta, ou que mata, ou que faz o que seja! Primeiro tenho que olhar para os meus erros antes de apontar o dedo !

Bjos * Letícia

Anonymous said...

Crime, com certeza!

Na minha opinião, acho que n se deve fazer nunca um aborto, pois n deixar q mais uma pessoa venha a este Mundo é orrível...Eu sei q se calhar a mãe pode não ter condições para ter o bebé se for violada,ou assim...Mas se for outra razão, tipo saber que o bebé vai nascer deficiente, deve-se deixar essa criança vir ao Mundo, pois n é por uma deficiença, q se calhar pode-se curar, que se vai abortar,isto é a minha opinião...

bjs a todos

Teres@